CÂMARA DOS VEREADORES

02/03/2009

No dia 15 de fevereiro houve a sessão de abertura na Câmara Municipal de Boqueirão do Piauí. Antes da abertura oficial da sessão foi rezada uma missa, onde muitos populares estiveram presentes. Aliás, a Câmara esteve lotada de pessoas da comunidade interessadas em ouvir e ver o que se pretende essa nova formação da Câmara Municipal. Entre elas o prefeito Raimundo Pinto.

Procurei ouvir com atenção os vereadores e autoridades que discursaram e separei algumas frases de cada um para tentar passar um pouco de suas idéias. Veja.

Presidente da Câmara, Edimilson Bernardo – Abriu os trabalhos, agradeceu a presença de todos por ter atendido o seu convite. Desejou boa sorte ao prefeito em sua administração e disse que “a câmara pretende trabalhar tendo bom entendimento com a prefeitura”.

Vereador Antonio Novo – Destacou que o povo precisa cobrar do vereador, pois “o vereador é o procurador legal do povo” e que é muito bom discursar para uma platéia na Câmara.

Vereador Professor Filho – Agradeceu a todos e disse que “é preciso haver harmonia entre o legislativo e o executivo”. Disse ainda que é necessário que os colegas e o prefeito mantenham o respeito mútuo para uma boa relação.

Vereador Carlinhos Conrado – Destacou que “o prefeito tem muita boa vontade e isso já representa uma mudança”. Falou ainda da importância da ida de Raimundo Pinto à Brasília.

Vereador Sousa – Disse que não é fácil a eleição de vereador. “Para ser salvo é preciso morrer”, “Precisamos resgatar o nosso município”, falando dos doze anos de atraso que Boqueirão passou.

Vereador Luis Vila – “É preciso unir todos os vereadores para fazer uma administração diferente tendo compromisso com o povo”.

Vereador Ângelo Machado – “O vereador tem que está disponível para trabalhar 24 horas para o povo”.

Vereadora Maria do Posto – “Vou procurar cumprir meus compromissos com o povo, mas preciso do apoio do prefeito”. Pediu mais representatividade junto a secretaria de saúde, onde trabalha.

Vereador Gilvan Barroso – Falou de sua satisfação em representar Boqueirão, especialmente o povo de Rua Dez. Destacou que o poder legislativo vai está em consonância com o executivo e que “cabe a nós eleitos a responsabilidade de resgatar o nosso município”.

Após o discurso dos vereadores o presidente da Câmara encerrou a sessão e abriu espaço para discurso facultativo de autoridades presentes.
Houve falas da Secretária Municipal de Educação, D. Lúcia de Fátima, do Pastor Valdinar, do assessor jurídico da Câmara, Dr. Antonio Francisco e o Prefeito Municipal Raimundo Pinto.

O prefeito Raimundo Pinto falou que já “tem muita cobrança” e que é preciso paciência. Disse que tem compromisso com desenvolvimento de Boqueirão do Piauí e usou uma metáfora para falar da situação que encontrou o município. “Comparo o Boqueirão com um carro que depois de muito viajar chega num meio de um deserto e dar o prego, e você olha e faltam muitas peças para o concerto, só que o lugar para comprar essas peças está longe, mas você precisa buscar. Estamos buscando as peças que faltam para Boqueirão se desenvolver”. Falou ainda da importância de sua ida a Brasília.

Pelos discursos ficou claro que o Legislativo e Executivo terão um bom relacionamento nessa administração, não no sentido corporativista, mas de ter um compromisso maior com o desenvolvimento do município. No entanto é preciso esperar o desenrolar dos trabalhos para ver se os interesses políticos serão mesmo posto em segundo plano.

REVEJA OUTRAS POSTAGENS

O QUE PROCURA?

VISITE TAMBÉM

PARA ESTUDAR

NOTÍCIAS GOSPEL

PARA REFLETIR

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.
Ocorreu um erro neste gadget
 
▲ TOPO ▲
© 2009 | Blogger | Por Templates para Você