ANÁLISE DA POLÍTICA ATUAL DE BOQUEIRÃO DO PIAUÍ

05/02/2011

Se tem uma coisa que os boqueiraoenses gostam é de discutir política. Nos finais de semana alguns costumam se juntar nos bares da cidade e, entre outros, é o assunto que se destaca. O bate papo político ganhou até um apelido DDS - não sei explicar porque. O que acho legal é que críticos e defensores se juntam e discutem cada um com seu ponto de vista, sem afetar muito os laços de amizade.

Há pouco menos de dois anos das próximas eleições municipais as especulações são muitas. Quem vai ficar com quem? Quem tem e quem não tem votos? Quem ganha e quem não ganha? Óbvio que qualquer previsão agora é bastante precipitada considerando que em se tratando de política o cenário pode mudar em curto espaço de tempo.

A oposição local encontra-se muito fragmentada e buscam juntar forças, apesar de muitos interesses serem bem divergentes. Já o grupo da situação não conseguiu manter todos os que fizeram parte da campanha passada, mas conseguiu certa estabilidade para assegurar a governabilidade com alianças costuradas entre as principais líderanças políticas.

É importante perceber que o perfil do eleitorado boqueiraoense vem mudando devido ao fato das pessoas estarem cada vez mais emancipadas de informações e com melhores condições de renda, conquistando assim mais dignidade. Também contribui o fato das pessoas terem mais acesso e maior proximidade com a administração atual que vivencia os problemas e dificuldades da população [que não acontecia até pouco tempo] isso explica, talvez, uma maior cobrança por melhorias - o que é bom.

Há ainda uma valorização e uma cobrança exagerada de ações puramente políticas (jogo de interesses) em detrimento de ações administrativas. Muitas frases explicam bem isso, como: "é bom administrador, mas não sabe fazer política"; "pode até pintar de ouro, mas isso não basta". Mas acho que por conta da mudança de perfil, o eleitorado têm uma tendência cada vez maior de valorizar mais o trabalho administrativo do que o jogo de interesses da politicagem.

Com relação a próxima eleição municipal local acho que não terá mais a motivação das campanhas de 2004 e 2008, onde havia a idéia de resgatar a dignidade dos boqueiraoenses, tempos em que os funcionários sofriam com salários atrasados, o comércio local amargava com a fraca economia, entre outros graves problemas. Isso tudo motivava as pessoas a vencerem o medo de mudar e a buscarem melhorias.

Observando como tem se configurado, a disputa política em Boqueirão parece que vai tomando um caráter mais de desavensas pessoais e de interesses pelo poder apenas, sem muita perspectivas de mudanças administrativas. Disputa em que se defenderá somente a permanência e/ou troca de peças nessa engrenagem do poder.

Acho também que a atual administração, cujo o discusso foi de que priorizou os trabalhos nos dois primeiros anos na busca por resolver as pendências e gargalos que barravam os créditos federais ao município - o que é ensencial para o desenvolvimento - precisa agora mostrar que fizeram a coisa certa. Especialmente melhorar as condições estruturais, principalmente da própria cidade. Mas apesar dos prós e contras, vejo que até o momento os boqueirãoenses não tem como se envergonhar da atual gestão municipal, já que os pontos positivos superam bem os negativos.

Diante de tudo isso o importante mesmo é que nós boqueirãoenses tenhamos o cuidado para que as conquistas dos últimos anos possam ser garantidas e ampliadas. Não podemos fortalecer nem a "arrogância do poder" e nem a "ganância pelo poder" para não atrapalhar ainda mais o desenvolvimento do nosso município, que já poderia está bem mais avançado.

REVEJA OUTRAS POSTAGENS

O QUE PROCURA?

VISITE TAMBÉM

PARA ESTUDAR

NOTÍCIAS GOSPEL

PARA REFLETIR

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina.
Ocorreu um erro neste gadget
 
▲ TOPO ▲
© 2009 | Blogger | Por Templates para Você